Testemunhos

É preciso potenciar a solidariedade intergeracional, encontrar as melhores respostas para os idosos frágeis que apresentam grande vulnerabilidade a eventos adversos e maior propensão para quedas, fraturas, dependência, hospitalização e institucionalização; bem como estimular a vida independente e o envelhecimento activo.

Teófilo LeiteAdministrador do CliHotel de Guimarães

O idoso não é um recluso. Tem direito a ser assistido na sua liberdade. Só a articulação entre as áreas da saúde e social poderá compensar a crescente falta de capacidade de resposta das famílias.

Narciso MouraAssistente social no Hospital de S. João

No domínio do envelhecimento, o grande desafio é, realmente, combater a vulnerabilidade social.

Ana CostaAssistente social

Envelhecimento não é doença.

Mariana LetraVice-Presidente da Associação Portuguesa de Gerontólogos

É preciso acabar com o preconceito segundo o qual os idosos são a causa do problema do Estado Social em Portugal.

Mário Ferreira LourençoPsiquiatra do Hospital Senhora da Oliveira

Só há qualidade de vida se cada pessoa for encarada como uma pessoa, se para cada um for tido em consideração as suas expectativas, contextos e necessidades.

José Barbosa TeixeiraPresidente da Associação Portuguesa de Qualidade de Vida